Troika

0

Troika pertence a Dom Sebastião

Como apraz no “Not So Cool”, sendo que o distinto se funde com a verdade, impera “malhar” nos debutantes que tomam Dom Sebastião como o “Desejado”.

 

A batalha de Alcácer Quibir despoleta a Troikalusa, uma derrota a toda a prova de um Rei que por profanos desejos individuais, encaminham um punhado de homens mal preparados para uma batalha que tinha o destino traçado. 

 

Anexação a Espanha – depois deste desfecho torna-se inevitável o estatuto que impressionou o mundo e se arquitecta na história para suspiro de dez milhões.

 

A tradição da fome e o agrilhoamento do penico, já advém do malfadado nevoeiro, filipinos, britânicos e mais recente Dona Merkel, bocejam e cospem a seu belo prazer nas graças nacionais.

 

Historicamente Dom Sebastião é uma das personagens mais negativas que brotou nas calendas lusas, exercitado por lendas de regresso, canções e livros glorificados. Sinistro…

 

Nas glórias e edificações nacionais, aconselho vivamente a espreitar a exposição “ Lusitânia Romana. Origem de Dois Povos” patente no Museu de Arqueologia, um índice cultural para o fim semana, que a vida não deverá ser só tabernas. 

 

Esta exposição toma os sentidos para tipos bestiais, um tal de Viriato, a verdadeira Gália tinha acento tónico na Lusitânia. 

 

Don Filipe Tiburcio 

 

 

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorLook book – femme –
Próximo artigoIndependent Woman

DEIXE UMA RESPOSTA