TATTOOkarls

0

Pois é. Sempre que me tatuei foi consequência de algum acontecimento marcante na minha parca e insólita existência humana. Maioritariamente fui-me marcando com frases que creio me irão acompanhar até ao fim dos meus dias e para sempre me farão sentido. 
Aos 14, pouco tempo depois do falecimento de alguém importante para mim tatuei a minha clave de sol atrás da orelha. A música será sempre o meu maior amor e pareceu-me plausível mantê-la por perto. 
Em 2014 seguiu-se a frase “A gente só deve gostar de quem gosta da gente”, ouvida na peça Gisberta, magistralmente interpretada pela minha querida amiga Ribeiro. 
2015 foi um ano de algumas mudanças interiores e de crescimento emocional. A esta tatuagem seguiu-se a palavra “concupiscência”, estrategicamente colocada numa zona secreta que se reserva aos que me descobrirem, a mim e ao significado por detrás desta palavra. No mesmo ano tatuei ainda a frase “A liberdade em excesso traz-nos sempre coisas más”, da minha autoria, e a frase “Ama-me quando menos merecer que e quando mais preciso”, uma das minhas máximas de vida. 

Hoje, aproveitei que estava na minha terra Natal, Viseu, para me riscar mais um bocadinho. Senti essa necessidade e foi o pretexto perfeito para reencontrar o meu amigo Karls. 

Comecei por tatuar a frase “dias não são dias” que associo à capacidade de relativizarmos o que de menos bom nos acontece, com vista a dias e momentos melhores. 


E também um Polvo, o meu animal predilecto por diversos motivos. 3 corações, 9 cérebros e 8 braços transforma o polvo numa criatura que me intriga e fascina. Quem me dera ter o dom de racionalizar em triplo todas as emoções que sinto e tantas vezes não cabem em mim. Os 8 braços para gerir tudo são só a cereja no topo do bolo. São criaturas inteligentíssimas e que diga-se passagem, sabem lindamente num belo cozinhado. Pudesse eu e certamente que teria na sala um aquário gigante com um imponente polvo ao qual carinhosamente chamaria de Hipólito. Na impossibilidade, aqui está o meu. 

Por fim e não menos importante, tatuei uma palavra no pulso que tão bem ilustra como me sinto tantas vezes. Simples e eficaz. 


Obrigado Karls. Gosto muito de ti e da pessoa que te fazes todos os dias. Pela humildade e simpatia. Por tudo. 
Quem quiser saber mais pode procurar pelo trabalho deste meu compincha em @tattookarls
Até já 

DEIXE UMA RESPOSTA