Poesias, crónicas e outros desastres

Poesias, crónicas e outros desastres

Diz-me como tratas um livro

“Diz-me como tratas um livro e dir-te-ei quem és”   Nunca consegui perceber muito bem aquelas pessoas que não marcam um livro, não o sublinham, não...

Soleil, vien ici

O céu azula-se tardiamente e acicata a vontade burguesa de nos vitaminarmos por entre miradouros e esplanadas. Vivemos em maior condescendência para com a...

PIDE do Amor

Vítimas da PIDE do Amor Ela era excêntrica, descontrolada e profundamente perspicaz. Ele era solitário, festivo e hiper-sensível. Ambos procuravam ser domesticados. Tentavam introduzir os...

Liberdade em excesso

A liberdade em excesso traz-nos sempre coisas más Vivemos numa era de descarte na qual cimentar emoções, projectar caminhos ou estabelecer bases nos parece demasiado...

Fados

Tentamos planear o caminho das coisas Regionalizar o percurso e anteceder os passos Enrolando o que nos resta das nossas cinzas Parcelando o trajecto e os percalços...

As frases chave de cada signo

Áries (21/3 – 19/4) Frase: Não sei bem o que quero, só sei que quero já. O que o ariano espera de seu parceiro: Para o ariano,...

Berlin Day II

Hoje acordámos com as galinhas. Há uma cidade para ver e turista que se preze levanta cedo o cú da cama. Foi o que...

Amor a recibos verdes

Vivem-se tempos desencontrados com o amor. A precariedadeinstalou-se de forma refastelada e assumiu as rédeas da entidade empregadora sendo a relação laboral pautada por cláusulas invisíveis mas, rigorosas....

Não consigo dormir

Não se parte o coração de uma menina   Não consigo dormir. Não tenho conseguido dormir bem nos últimos tempos. É na quietude da noite que a minha mente...

Insólito no Supermercado

Quando os dias são cinzentos, a frustração profissional assola, a orfandade emocional impera, nada como nos debruçarmos sobre os impropérios emergentes que povoam o...

MAIS VISTOS

FAVORITOS

DESENVOLVIDO POR

BInfluence