Aquele lugar

0

Aquele lugar em Alcântara

Aniversário de uma das Batatas.

 

Obviamente o direito a escolher o “place”.

 

Há já algum tempo, falou-se em ir “Àquele lugar em Alcântara”. Sim, é esse mesmo o nome do “secret spot”.Um lugar bem escondidinho ali mesmo, em Alcântara. 

 

De conceito diferente ao que se está habituado, não existe ementa, carta, lista ou qualquer outro nome que possamos atribuir às opções de escolha.

 

O Hugo (empregado de serviço e, diga-se de passagem, bem bacano), faz as honras da casa e começa por fazer as perguntas para os 100.000€; alguma alergia? Algum alimento que não gostem mesmo? Apartir daí começa toda a experiência…

 

Os pratos servidos são surpresa. E que surpresa!!Comemos muito bem! E bebemos ainda melhor.

 

Bebidas e sobremesas à parte, paga-se 11.5€ por 4 pratos entre partilhados e individuais. Primeiramente foi-nos servido um (dois) pratos de entradas com salame, pimentos padron, queijo fresco e de cabra e pão temperado com um fiozinho de azeite. 

 

O Hugo fez-nos sempre uma breve descrição do que nos estava a ser servido.

 

Logo depois chega-nos à mesa uns cogumelos salteados em vinho branco com queijo parmesão e um belo de um camarão tigre em cima, também ele salteado em azeite, alho e vinho branco. Não há adjectivos…vão lá e, quem sabe com sorte, é-vos o mesmo.

 

Neste entretanto já iam a muito mais de meio as duas garrafas de vinho (uma de branco e outra de tinto) que tinham sido chamadas a fazer-nos companhia. 

 

Excelente o vinho servido! Tão bom que não resistimos a mandar vir mais uma…

 

Chega mais um prato à mesa, este individual, de carne de vaca cosabe Deus o quê e umas batatas a acompanhar, que não se ficava nada atrás do que já havíamos degustado.

Para não estragar a surpresa do lugar e, sobretudo, para vos aguçar ainda mais a curiosidade de ir ao tal place”, falta uma breve descrição do ambiente envolvente. 

 

Dentro do que tem surgido nos últimos tempos por diversos cantos e bairros de Lisboa, até assim marca a diferença. É super giro! E podre! Sim podre, está mesmo a caír aos bocados! Mas com muuuito charme até assim. Desde cadeiras partidas, rolos de papel higiénico aqui e ali, cuecas, buracos no tecto e na parede, o lugar é agradável, acolhedor, apetece estar.

 

No fim, depois de 3 garrafas de vinho, as iguarias servidas, café e moscatel “oferta da casa”, pagámos menos de 20€ cada e ainda nos deixaram cantar os parabéns e partir um bolinho para fazer as emoções da aniversariante exaurirem.

 

Não é uma sugestão, é uma ORDEM! 

 

VÃO! As Batatas jamais vos enganariam.

 

 

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorChateada com o meu país
Próximo artigoNo Hard Feelings

DEIXE UMA RESPOSTA